MENU DE CUIDADOS

Cuidado com o Sol!

       Para o pescador, principalmente o embarcado, uma constante preocupação deve ser o excesso de sol que o seu corpo recebe durante uma pescaria.

                 
Devido à redução lenta e gradativa da camada de ozônio, que nos protege dos efeitos nocivos do sol, seus raios chegam com maior intensidade, fato que causa danos à pele, muitas vezes até irreparáveis. Ao estar embarcado, este fato se amplifica com a reflexão dos raios na água. Vários raios de sol atingem diretamente a pele do pescador, rica em terminações nervosas, sem causar danos, apenas dando um excesso de transpiração em graus diferentes conforme cada pessoa. Os raios ultravioletas incidem sobre a pele no ponto onde se encontram as células do colágeno e elastina, responsáveis pelo aspecto de juventude da pele.

      Dependendo da intensidade, são nocivos e causadores de envelhecimento precoce, podendo levar até ao câncer. A incidência desses raios sobre a pele age sobre as células, destruindo suas ligações protéicas, tornando-as defeituosas e proporcionando o aparecimento das doenças. Os raios podem também atingir a epiderme, provocando queimaduras e enfraquecimento do sistema de defesa do organismo.

      No ser humano, a pele é protegida pelos melanócitos, células de pigmentação, escassas em pessoas de pele clara e abundantes nas de pele escura. Nos horários do pico do sol, os melanócitos formam uma corrente, provocando o escurecimento da pele. É um aviso de que o sol está agredindo.

       Para se proteger do sol e de suas conseqüências, alguns cuidados devem ser tomados, especialmente pelas pessoas de pele clara. A primeira é se vestir com uma roupa adequada que cubra o máximo possível o corpo. Ideal são as roupas confeccionadas em algodão e de cor clara. Adicionalmente deve ser utilizado um boné, tendo como acessório, preso na sua parte posterior, um pano para proteger a nuca e as orelhas dos raios de sol.

       Um óculos polarizado já é uma necessidade para a pescaria. As partes restantes do corpo, como o rosto e as mãos devem ser cobertas com protetor solar, com fator de proteção maior que 30. O protetor, além de ser indispensável, deve ser passado na pele de tempos em tempos durante a pescaria.

       Beba bastante líquidos, evitando assim problemas com desidratação. E se possível, durante a pescaria, dê uma pausa para o almoço, não esqueça de procurar uma boa sombra. A sua pele certamente iria lhe agradecer se pudesse falar.

por: Joaquim Arcanjo da Silva